Investimentos de Greenspan não inclui mercado de ações

O presidente do Federal Reserve, Alan Greenspan, declarou que em seus investimentos pessoais deixa de fora o mercado de ações, conforme revela a sua declaração de renda. Os ativos financeiros declarados por Greenspan valiam entre US$ 3 milhões e US$ 6,1 milhões em 2001. Em 2000, os ativos financeiros declarados pelos presidente do Fed valiam entre US$ 3,1 milhões a US$ 9,6 milhões. A declaração revela um intervalo de valores ao invés de uma conta precisa. De acordo com a declaração, a fortuna de Greenspan está quase toda em poupança, fundos de renda fixa e títulos do Tesouro.No ano passado, o presidente do Fed não comprou nem vendeu ações, conforme revela a sua declaração. Por outro lado, a mulher de Greenspan, a jornalista Andrea Mitchell - correspondente da NBC News -, tem muito de sua fortuna pessoal aplicado em ações, incluindo Abbot Laboratories, Kimberly Clark Corp e H.J. Heinz Co. O valor dos ativos financeiros declarados por Mitchell somavam entre US$ 1,1 milhão e US$ 2,5 milhões em 2001, valor praticamente inalterado em relação ao ano anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.