bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Investimentos migram para a Ásia

Os investimentos em fundos de ações estão deixando o mercado latino-americano e sendo dirigidos para países asiáticos, segundo confirmam analistas ouvidos no programa Conta Corrente, da Globo News. Essa é uma das razões, mas não a única, para a acentuada queda nos índices da Bovespa, para o aumento do risco Brasil e para a subida do dólar. Para Alfredo Setúbal, essa migração tem-se acentuado nas últimas semanas e está afetando não apenas o Brasil, mas todos os países emergentes.Contudo, segundo Setúbal, o fator determinante para a turbulência que se verifica no mercado brasileiro é o risco político. De acordo com ele, os fundamentos da economia brasileira são bons: a inflação é baixa, o superávit fiscal é alto e não existe nenhum risco de o País fazer um default, tanto interno quanto externo. ?Mas, de qualquer jeito, o mercado tem medo das incertezas. Os candidatos a presidente da República não são muito explícitos sobre aquilo que vão fazer em relação à economia, a partir do ano que vem. Eles falam em crescimento, mas o mercado financeiro desconfia de como vai ser feito esse crescimento?, explicou.Fluxo de capitaisDe acordo com a análise de Alfredo Setúbal, além das incertezas na área política, o Brasil tem uma grande necessidade de fluxo de capitais externos. Isso explica a "quinta-feira negra", como foi batizado o dia de ontem no mercado brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.