Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Investimentos no pré-sal são arma anticrise do Brasil, diz Dilma

Ministra destaca verba do PAC e afirma que País está aproveitando a oportunidade da crise para se sair melhor

Kelly Lima, da Agência Estado,

21 de novembro de 2008 | 13h57

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse nesta sexta-feira, 21, que os investimentos no pré-sal configuram "um dos principais fatores anticrise no Brasil". Segundo ela, "a nossa decisão de manter os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do pré-sal é eminentemente anticíclica e, mais que isso, estamos possibilitando que o Brasil aproveite a oportunidade da crise para se sair melhor".  Veja também:Petrobras anuncia novas reservas no pré-sal do ESLula comemora descoberta de petróleo no pré-sal do ESO caminho até o pré-salA exploração de petróleo no BrasilA maior jazida de petróleo do País Em entrevista ao chegar no evento que vai premiar a diretora de gás e energia da Petrobras, Maria das Graças Foster, como a Equilibrista do Ano no prêmio do Instituto Brasileiro de Executivos Financeiros (IBEF), a ministra destacou, ainda sobre os investimentos do pré-sal, a descoberta anunciada nesta sexta pela Petrobras no Parque das Baleias, no Espírito Santo, como uma chance de a estatal aprimorar seus investimentos nesta nova fronteira geológica. "Em todos os seus novos desafios, a Petrobras demora mais no primeiro poço e depois acelera essas descobertas com um maior conhecimento da área. Isso não será diferente no pré-sal. Aquela região oferece essa oportunidade para redução de custos e desenvolvimento tecnológico, além do óleo ser mais leve do que no resto da Bacia de Campos", afirmou. A ministra não quis comentar sobre o andamento das discussões da comissão interministerial que debate o novo marco regulatório do petróleo no País. "o principal sinal já está dado, que é o de que os investimentos no pré-sal vão continuar".

Tudo o que sabemos sobre:
Dilma Rousseffpré-salcrise nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.