coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Investir na AL pode passar da ´festa à siesta´, diz jornal

O jornal Wall Street Journal afirma em sua edição desta quarta-feira que investir na América Latina "pode passar da festa à siesta". De acordo com o diário, investidores se perguntam se a queda nas ações dos mercados emergentes poderá interromper a oferta dos papéis de abertura de capital de empresas (as IPOs). As IPOs são um dos investimentos mais cobiçados por acionistas, uma vez que o preço dessas ações pode se multiplicar em um curto espaço de tempo.De acordo com o jornal, "o fim da festa IPO se deve a uma série de fatores que tem atormentado os mercados ao redor do mundo, como perspectivas de inflação alta, elevadas taxas de juros por parte dos Estados Unidos, bem como fatores específicos da América Latina, que incluem a ascensão de políticos populistas".Segundo o diário, essa combinação de eventos poderá fazer com que investidores busquem outras regiões onde poderão obter melhores retornos com menos risco e poderão provocar o adiamento de uma série de acordos já encaminhados.Na visão do Wall Street Journal, a situação atual difere da que até recentemente vigorava nos países latino-americanos. Segundo o jornal, há poucos anos, as ações latinas estavam em alta devido, principalmente, à demanda da Ásia por commodities da região, que iam de petróleo a minério de ferro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.