IPC da Fipe mostra alta da inflação em SP

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) da USP registrou inflação de 0,27% na primeira quadrissemana de junho, uma alta substancial em relação ao fechamento de maio, quando o IPC foi de 0,06%. O número ficou acima das previsões do mercado, que eram entre 0,05% e 0,20%.Transportes, que subiu 0,77%, foi a maior alta do período, seguido por Despesas Pessoais (+0,38%). Na pesquisa anterior, os dois grupos também registraram as maiores altas (+0,54% e +0,35%, respectivamente). O único item a apresentar queda em relação ao fechamento de maio foi Vestuário, que registrou alta de 0,16% ante variação de 0,19% no mês passado. Os grupos Habitação e Alimentação, que vinham apresentando variações negativas desde o fechamento de março, subiram 0,14% e 0,09%, respectivamente. Veja as variações dos itens que compõem o IPC: Habitação: +0,14%; Alimentação: +0,09%; Transportes: +0,77%; Despesas Pessoais: +0,38%; Saúde: +0,36%; Vestuário: +0,16%; Educação: +0,18%; Índice Geral: +0,27%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.