IPC-Fipe cai pela metade em fevereiro, para 0,33%

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), divulgado nesta segunda-feira, 5, pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe-USP), encerrou fevereiro com variação de 0,33%, acima da taxa de 0,31% apurada na terceira quadrissemana do mês, mas com forte desaceleração ante o resultado fechado de janeiro (0,66%).O índice, que mede a inflação na cidade de São Paulo, ficou acima das expectativas dos analistas do mercado financeiro, que esperavam que a taxa mantivesse a trajetória de queda nas três prévias anteriores (0,52% na primeira quadrissemana, 0,41% na segunda e 0,31% na terceira) e ficasse entre 0,20% e 0,28%.O grupo educação aprofundou a trajetória de queda. Após alta de 3,23% em janeiro, e de 1,11% na terceira quadrissemana, alcançou apenas 0,12% no fechamento de fevereiro. Despesas pessoais também manteve a queda - passou de 0,68% em janeiro para 0,48% na terceira leitura e encerra o mês com taxa de 0,37%.Já o grupo transportes registrou alta de 0,77% em janeiro, caiu para 0,36% na terceira prévia, e agora volta a subir e atinge 0,44%. Alimentação caiu de 1,28% em janeiro para 0,54% na terceira prévia, e encerra fevereiro com alta de 0,59%. Saúde atingiu 0,39% em janeiro, acelerou para 0,88% na terceira prévia e praticamente repetiu essa marca no encerramento do mês (0,89%). Habitação registrou 0,10% em janeiro, desacelerou para 0,09% na terceira quadrissemana e avançou para 0,17% em fevereiro.Em deflação, vestuário apurou taxas de -0,34% em janeiro, -1,07% na terceira prévia e - 0,72% em fevereiro.O IPC-Fipe mede a variação dos preços de produtos e serviços, no município de São Paulo, para famílias que ganham entre 1 e 20 salários mínimos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.