Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

IPC-Fipe de junho é o menor desde julho de 2003

A inflação na cidade de São Paulo medida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) registrou um novo recorde de baixa esta manhã. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) ficou em -0,20% em junho ante o fechamento de maio, que foi de 0,35%, a menor taxa desde a terceira quadrissemana de julho de 2003, quando o indicador chegou a 0,28%.Na semana passada, o IPC apresentou deflação pela primeira vez depois de quase dois anos de preços apenas com variações positivas. Na ocasião, o índice já era o menor desde o terceiro levantamento da Fundação em julho de 2003. A última vez que o índice havia ficado negativo havia sido na primeira pesquisa da Fipe de agosto de 2003, quando o IPC estava em -0,01%.Mais uma vez, o IPC foi principalmente beneficiado pelo comportamento dos preços do grupo Alimentação. Desde o fechamento de abril, este conjunto de preços vem apresentando a cada semana uma variação abaixo do porcentual do levantamento anterior: 1,55%, 1,48%, 1,14%, 1,01%, 0,68%, 0,16%, -0,24%, -1,14% e 1,39%.Já Transportes, que também representa uma contribuição importante para o indicador, revela agora o início de uma devolução dos preços, já que o grupo apresentou queda de 0,11% no índice divulgado hoje ante 0,33% da semana anterior.

Agencia Estado,

05 de julho de 2005 | 10h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.