finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

IPC-Fipe fica em 0,05% na segunda prévia do mês

O índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, apresentou variação de 0,05% na segunda quadrissemana de novembro, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O indicador subiu ligeiramente em relação à primeira medição do mês (0,02%) e veio dentro das previsões dos analistas ouvidos pela Agência Estado, que iam de -0,04% a 0,08%.Avançaram entre a primeira e a segunda prévia os grupos Alimentação (de 0,20% para 0,62%), Saúde (de 0,37% para 0,57%) e Vestuário (de 0,12% para 0,25%). O segmento Transportes acelerou de 0,07% para 0,13%. Educação apresentou uma alta idêntica à verificada na primeira quadrissemana de novembro, de 0,03%. A deflação avançou nos grupos Habitação (de -0,21% para -0,39%) e Despesas Pessoais (de -0,02% para -0,27%). Veja como ficaram os grupos que compõem o IPC:Habitação: -0,39%Alimentação: 0,62%Transportes: 0,13%Despesas Pessoais:-0,27%Saúde: 0,57%Vestuário: 0,25%Educação: 0,03%Índice Geral: 0,05%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.