finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

IPC-Fipe fica em 0,29% na 3ª quadrissemana de outubro

A inflação do município de São Paulo, medida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) da USP, foi de 0,29% na terceira quadrissemana de outubro. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) manteve a mesma variação registrada pela prévia anterior. O IPC ficou dentro da margem prevista por 12 analistas ouvidos pela Agência Estado, que apostavam em uma variação entre 0,25% e 0,35%.O coordenador do IPC-Fipe, Paulo Picchetti, manteve hoje suas projeções para a inflação na capital paulista para o final do mês e do ano, que devem ser respectivamente de 0,30% e 1,60%. De acordo com ele, a mudança de patamar do IPC desde o final de setembro, quando passou a rodar entre 0,25% e 0,29% a cada quadrissemana, mostra aceleração dos preços, mas apenas de alguns produtos específicos.Atualmente, a alta é basicamente restrita às carnes e à tarifa de água e esgoto, que subiu 4,94% na terceira quadrissemana de outubro, representando um impacto de 0,11 ponto porcentual no IPC, de 0,29%, divulgado hoje.Alimentação puxou inflaçãoA maior alta do período foi Alimentação, que subiu 0,95%, variação menor do que a registrada na semana passada, de 1,09%. Veja abaixo o comportamento dos demais setores:- Habitação: 0,37%- Educação: 0,08%- Despesas Pessoais: 0,05%- Saúde: 0,03%- Transportes: - 0,19%- Vestuário: - 0,55%

Agencia Estado,

26 de outubro de 2006 | 06h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.