bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

IPC-Fipe sobe de 0,07% para 0,24% em São Paulo

Preço dos alimentos caiu de 1,46% em agosto para 0,68% em setembro

Flavio Leonel e Sérgio Camargo, O Estadao de S.Paulo

04 de outubro de 2007 | 00h00

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que mede a inflação na cidade de São Paulo, encerrou o mês de setembro com alta de 0,24%, ante 0,07% em agosto.O grupo habitação teve aumento de 0,22% em setembro, ante deflação de 0,82% em agosto. A alimentação subiu 0,68%, abaixo do índice de 1,46% apurado em agosto.A variação do grupo transportes voltou a ser negativa (0,01%) em setembro, a exemplo de agosto, com 0,05%. Os preços das despesas pessoais também caíram pelo segundo mês seguido, com 0,02% em setembro e 0,19% em agosto.A saúde, com alta de 0,14%, desacelerou em relação ao índice de agosto, de 0,67%. A deflação no segmento de vestuário foi reduzida para 0,07%, após o 1,05% em agosto. Educação oscilou para 0,05%, ante 0,07% em agosto.O preço do leite tipo longa vida apresentou queda de 9,54% no fim de setembro na capital paulista, ante alta de 4,76% em agosto. No período, o produto, que liderou as contribuições de alta da inflação entre fins de maio e de agosto, passou a responder pela maior pressão de baixa do índice paulistano.O segmento dos leites como um todo, que inclui o tipo B e o especial, passou do terreno de altas para o de baixas no mesmo período. Segundo a Fipe, recuou 5,39% em setembro ante elevação de 4,25% em agosto.Nos derivados do leite, que abrange leite em pó, com alta de 6,49%, ante 11,31% em agosto, a Fipe verificou um claro processo de desaceleração.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.