IPC-Fipe sobe para 0,71% na 1ª quadrissemana

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), no município de São Paulo, aumentou de 0,47% na quarta quadrissemana de novembro para 0,71% na primeira leitura de dezembro. O resultado ficou acima do teto das estimativas dos analistas ouvidos pela Agência Estado, que iam de 0,58% a 0,70%. Apresentaram alta entre novembro e a primeira prévia de dezembro os grupos Habitação (de -0,15% para 0,05%), Alimentação (de 1,75% para 2,23%), Transportes (de 0,50% para 0,72%), Despesas Pessoais (de -0,25% para 0,08%) e Educação (de 0,03% para 0,05%). Recuaram os grupos Saúde (de 0,63% para 0,58%) e Vestuário (de 0,55% para 0,45%). Veja como ficaram os grupos que compõem o IPC: Habitação: 0,05%Alimentação: 2,23%Transportes: 0,72%Despesas Pessoais: 0,08%Saúde: 0,58%Vestuário: 0,45%Educação: 0,05%Índice Geral: 0,71%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.