bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

IPC mantém tendência e cai novamente

Fontes do mercado previam que o IPC da Fipe na terceira quadrissemana de março oscilasse entre 0,10% e 0,25%. O índice, porém, ficou ligeiramente abaixo da previsão, fechando em 0,09%, uma queda considerável em relação aos 0,21% da segunda prévia do mês. Apesar de registrar a maior alta do período (+1,03%), o grupo Saúde teve uma variação bem menor do que a da pesquisa anterior (+1,59%). Já Vestuário, cuja alta na segunda quadrissemana foi de 0,15%, apresentou variação bem maior na pesquisa divulgada esta manhã: +0,32%. O item Transportes também subiu em relação à segunda quadrissemana: a variação que foi negativa (-0,02%) na segunda prévia, foi de 0,26% na última pesquisa. Despesas Pessoais apresentou, mais uma vez, variação negativa mais acentuada do que o período anterior (-0,56% ante -0,58%). Habitação, que havia registrado alta de 0,10% na pesquisa anterior, apresentou queda de 0,01%. Veja a variação dos itens que compõem o IPC: Habitação: -0,01%;Alimentação: +0,10%; Transportes: +0,26%; Despesas Pessoais: -0,58%; Saúde: +1,03%; Vestuário: +0,32%; Educação: +0,20%; Índice Geral: +0,09%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.