IPC: primeira prévia de março fica em 0,29%

A inflação apurada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) da USP na primeira quadrissemana de março ficou em 0,29%. A variação foi um pouco maior do que a apurada no fechamento de fevereiro (+0,26%). Mais uma vez, o grupo Saúde liderou a alta, com variação maior também em relação à pesquisa anterior (+1,67% contra +1,43% em fevereiro). Alimentação veio novamente a seguir com alta de 0,85% (0,87% em fevereiro). O grupos que apresentaram variação negativa também foram os mesmos: Despesas Pessoais, Vestuário e Transportes. Despesas Pessoais caiu um pouco mais (-0,41% em fevereiro ante -0,46%), mas Vestuário apresentou alta, já que a variação foi de -0,45% no fechamento do mês passado para -0,32%. A queda do grupo Transportes também foi menor. O grupo caiu 0,06% no início de março, contra -0,41% no mês passado. Habitação e Educação caíram em relação à pesquisa anterior. Veja a variação dos itens que compõem o IPC: Habitação: +0,17%; Alimentação: +0,85%; Transportes: -0,06%; Despesas Pessoais: -0,46%; Saúde: +1,67%; Vestuário: -0,32%; Educação: +0,30%; Índice Geral: +0,29%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.