IPC-S aponta deflação de 0,48% em SP na prévia té 31/08

A deflação na cidade de São Paulo se intensificou no âmbito do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) de até 31 de agosto. Segundo informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que anunciou hoje o resultado regional de inflação das sete capitais usadas para cálculo do IPC-S, os preços na cidade de São Paulo caíram 0,48% na quadrissemana encerrada em 31 de agosto, ante deflação de 0,35% na apuração do IPC-S anterior, de até 22 de agosto. A FGV informou ainda que, das sete capitais pesquisadas para cálculo do índice, seis apresentaram recuo de preços, na passagem do IPC-S de até 22 de agosto para o indicador de até 31 de agosto. Além de São Paulo, é o caso de Belo Horizonte (de -0,23% para -0,37%); Brasília (de 0,42% para 0,23%); Porto Alegre (de +0,01% para -0,39%); Recife (de -0,96% para -1,17%); e Salvador (de -0,22% para -0,37%). A única capital a não registrar desaceleração de preços no período, e que apresentou queda menos intensa, foi a do Rio de Janeiro (de -0,31% para -0,29%). A FGV divulgou ontem a taxa completa do IPC-S do período até 31 de agosto, que caiu 0,44%, ante deflação de 0,33% na apuração anterior. A instituição sempre divulga os resultados regionais do índice no dia seguinte do anúncio do IPC-S completo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.