IPC-S desacelera na 3ª prévia

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) informou ontem que o IPC-S variou 0,89% na terceira prévia de junho (últimos 30 dias encerrados no dia 22), ante uma alta de 1,07% da segunda medição do mês, referente aos 30 dias terminados em 15 de junho. O item alimentação, com variação média de 2,24%, foi o principal destaque do levantamento, desta vez, com taxa 0,54 ponto porcentual inferior à da pesquisa anterior, o que dá esperança de que as fortes elevações verificadas no grupo no primeiro semestre podem ter ficado para trás."O cenário está um pouquinho melhor. Acredito que o fechamento de junho, se confirmado este quadro, dará o tom que esperamos para o segundo semestre, que é de uma inflação menos pressionada e desacelerando", comentou o pesquisador da FGV Paulo Picchetti. Ele afastou, ao menos momentaneamente, a possibilidade de o IPC-S voltar a mostrar taxas mensais superiores a 1%.

Flavio Leonel, O Estadao de S.Paulo

24 de junho de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.