coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

IPC-S fica em 0,54% na 3ª quadrissemana, diz FGV

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) ficou em 0,54% na terceira quadrissemana de abril, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado ficou abaixo do registrado na segunda leitura do mês, quando o índice subiu 0,65%.

BEATRIZ BULLA, Agencia Estado

24 de abril de 2013 | 08h21

Das oito classes de despesas analisadas, seis registraram decréscimo em suas taxas de variação de preços, na passagem da segunda quadrissemana de abril para a terceira. São elas: Alimentação (de 1,37% para 1,13%), Habitação (de 0,62% para 0,50%), Educação, Leitura e Recreação (de -0,05% para -0,40%), Comunicação (de 0,24% para -0,04%), Despesas Diversas (de 0,28% para 0,24%) e Transportes (de 0,28% para 0,24%). Registraram acréscimo em suas taxas de variação de preços: Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,60% para 0,79%) e Vestuário (de 0,40% para 0,56%).

O índice recuou em cinco das sete capitais pesquisadas na 3ª quadrissemana em relação à segunda quadrissemana. Regionalmente, o IPC-S recuou em Salvador (de 0,90% para 0,65%), Belo Horizonte (de 0,71% para 0,68%), Rio de Janeiro (de 0,84% para 0,74%), Porto Alegre (de 0,83% para 0,54%) e São Paulo (de 0,45% para 0,37%). No movimento contrário, o IPC-S avançou em Brasília (de 0,40% para 0,47%) e no Recife (de 0,34% para 0,43%).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.