IPC-S mostra recuo de preços em seis de sete capitais

Na capital paulista, preços sobem 0,86% na semana de até 30 de junho, ante alta de 0,97% no índice anterior

Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

02 de julho de 2008 | 08h19

A inflação desacelerou em seis das sete capitais usadas para cálculo do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) de até 30 de junho, informou nesta quarta-feira, 2, a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Na capital paulista, os preços subiram 0,86% no último indicador, ante alta de 0,97% apurada no índice anterior, de até 22 de junho. Essa é a terceira semana consecutiva em que a inflação recua nas principais capitais usadas para o cálculo do índice.   Veja também: Preço do petróleo em alta Entenda a crise dos alimentos  Entenda os principais índices de inflação  Pressão menor dos alimentos faz inflação pelo IPC-S desacelerar   Além de São Paulo, apresentaram elevação menos intensa de preços: Rio de Janeiro (de 0,88% para 0,65%); Belo Horizonte (de 0,41% para 0,36%); Recife (de 1,03% para 0,90%); Brasília (de 0,98% para 0,85%); e Salvador (de 1,14% para 1,08%). Apenas Porto Alegre (de 0,56% para 0,64%) apresentou aceleração de preços, no mesmo período.   Embora todas as cidades contribuam para cálculo do IPC-S, a capital paulista é a de maior peso na formação do resultado do índice - cuja taxa total registrou desaceleração (de 0,89% para 0,77%), da quadrissemana encerrada em 22 de junho para a quadrissemana terminada em 30 de junho, conforme anunciado na útlima terça-feira pela FGV.     Texto corrigido às 10 horas. Diferentemente do que informou a Agência Estado, a inflação medida pelo IPC-S desacelerou em seis das sete capitais usadas para o cálculo, e não em cinco.

Mais conteúdo sobre:
IPC-SInflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.