IPC-S sobe 0,37% na semana encerrada ontem

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) foi de 0,37% na semana encerrada ontem (dia 15), ante variação de 0,34% apurada no indicador anterior, da semana até 7 de outubro. O resultado foi divulgado hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).A principal contribuição para a aceleração do indicador partiu do grupo Alimentação, que registrou aumento mais intenso de preços (de 0,58% para 0,84%), na passagem do IPC-S de 7 a 15 de outubro. Das sete classes de despesa usadas para cálculo do índice, quatro apresentaram aceleração de preços ou deflação mais fraca no período. Além de Alimentação é o caso de Vestuário (de 1,55% para 1,57%); Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,10% para 0,15%); e Transportes (de -0,25% para -0,19%).As outras classes de despesa apresentaram desaceleração de preços, no mesmo período. É o caso de Habitação (de 0,32% para 0,16%); Educação, Leitura e Recreação (de 0,24% para 0,21%); e Despesas Diversas (de 0,09% para 0,07%).Ao analisar a movimentação de preços entre os produtos, os aumentos de preços mais expressivos foram apuradas nos setores de alimentos e de tarifas. As três elevações de preços mais significativas foram as de mamão papaia ( 36,62%), taxa de água e esgoto residencial ( 2,57%) e tomate (13,57%). Ainda segundo a FGV, as mais significativas quedas de preço foram registradas em leite tipo longa vida (-13,52%), tarifa de eletricidade residencial (-1%) e gasolina (-0,74%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.