IPC-S sobe para 0,27% (ante 0,25% na semana anterior)

Após cinco desacelerações seguidas, a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu para 0,27% na semana encerrada em 8 de novembro, acima dos 0,25% registrados na apuração anterior. Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que divulgou o índice nesta segunda-feira à noite, a aceleração da inflação foi causada pela entrada da nova coleção Primavera-Verão nas lojas, e pelo reajuste captado para as loterias. Com isso, as maiores pressões na inflação do período vieram dos grupos Vestuário (que passou de 0,79% para 0,96%); e Despesas Diversas (que foi de 0,24% para1,18%). Outro segmento a apresentar aceleração foi o de Saúde e Cuidados Pessoais (que passou de 0,51% para 0,52%).Por sua vez, os grupos que tiveram desaceleração de preços no período foram Transportes (que foi de ?0,03% para ?0,04%); Habitação (quepassou de 0,36% para 0,33%) e Alimentação (que foi de 0,17% para 0,14%). O único grupo a apresentar a mesma variação ante a apuração anterior foi Educação, Leitura e Recreação (-0,02%).Por regiões, das 12 capitais pesquisadas, a FGV registrou aceleração em sete. A taxa máxima, de 0,83%, foi apurada em Goiânia (GO). A taxa mínima, de 0,05% foi verificada em Salvador (BA).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.