IPC-S sobe para 0,69% até 02/08

O aumento no ritmo de reajustes dos alimentos e das tarifas de energia elétrica e telefone elevou a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) para 0,69% na semana de 2 de agosto, ante 0,58% da semana anterior. A variação foi acima da estimada dos analistas ouvidos pela Agência Estado (0,55% a 0,65%). O grupo de Alimentação registrou variação de 0,32% na semana de 2 de agosto, ante 0,11% na semana anterior. As maiores contribuições para a alta na variação de uma semana para outra foram dadas por massas e farinhas (0,29% para 0,48%), panificados e biscoitos (0,12% para 0,45%), adoçantes (4,36% para 4,49%) e aves e ovos (-0,22% para -0,05%).Os reajustes nas tarifas de energia elétrica residencial (3,58% na semana anterior para 5,04% na semana de 2 de agosto) e da tarifa de telefone fixo (4,07% para 4,89%) elevaram a variação do grupo Habitação para 1,43%, ante 1,11% na semana anterior.No caso da gasolina, os impactos do reajuste de junho sobre os preços estão cada vez menores, fazendo o produto reduzir a variação para 0,22% na semana de 2 de agosto, ante 1,99% na semana anterior. Desse modo, o grupo Transporte também caiu de uma semana para outra, de 0,99% para 0,59%.Nos demais grupos pesquisados, as variações de uma semana para outra foram, respectivamente, as seguintes: Vestuário (0,20% na semana anterior para 0,04% na semana de 2 de agosto); Saúde e Cuidados Pessoais (0,31% para 0,30%); Despesas Diversas (0,24% para 0,15%) e Educação, Leitura e Recreação (0,36% para 0,42%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.