finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

IPCA-15 de agosto fica em 0,42%, apura IBGE

O (Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15) IPCA-15 de agosto subiu 0,42%, ante aumento de 0,24% em julho, segundo informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa ficou acima das estimativas. Com o resultado de agosto, o IPCA-15 acumula elevações de 2,85% no ano e 3,95% nos últimos 12 meses.O IBGE informou, em comunicado, que a alta nos preços dos alimentos (1,61%) foi responsável por 0,34 ponto percentual da taxa de 0,42%. Nesse setor, o destaque ficou por conta de leite e derivados, cuja alta de preços chegou a 10,62%, sendo assim a maior contribuição individual do mês na formação da taxa do indicador, com 0,23 ponto percentual.Ainda de acordo com o instituto, em período de menor oferta o leite pasteurizado ficou 13,91% mais caro no IPCA-15 de agosto. Isso levou a altas de preços expressivas em outros tipos de laticínios, como leite em pó (9,85%), queijos (6,02%) e iogurte (5,31%). Segundo o IBGE, considerando o ano, observa-se que os preços do leite pasteurizado já aumentaram 52,16% até o indicador de agosto. Também foram registradas altas de preços significativas em carnes (4,21%), tomate (4,01%), feijão carioca (2,77%), pão francês (1,86%) e frango (1,66%), no IPCA-15 de agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.