IPCA-15 de outubro fica em 0,66%, ante 0,57% de setembro

A alta dos alimentos e dos preços administrados elevou o IPCA-15 para 0,66% em outubro, ante 0,57% em setembro. Os preços foram coletados pelo IBGE entre 13 de setembro e 13 de outubro. O resultado ficou dentro do esperado pelos analistas, que estimavam um índice de 0,55% a 0,72%. O grupo alimentação e bebidas registrou variação de 0,87% em outubro, bem superior à de 0,17% de setembro, sob impacto do aumento nas carnes de frango, 8,58%, e demais carnes, 3,66%. Outros destaques de alta foram as tarifas de água e esgoto, 3,24%, táxi, 5,44% (por causa dos reajustes em São Paulo) e telefone fixo, 1,84%, No ano, o IPCA-15 acumula alta de 9,17% e, em 12 meses, de 14,84%. O índice é calculado com a mesma metodologia do IPCA, que é base do regime de metas de inflação, diferindo-se apenas no período de coleta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.