IPCA caiu para 0,23% em setembro

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu de 1,31% em agosto para 0,23% em setembro. As principais causas para a queda da inflação foram a redução nos preços da gasolina (-1,70%) e do gás de bujão (-0,54%) e o menor aumento dos preços dos alimentos e do álcool. Os alimentos, que tinham subido 2,07% em agosto, em setembro aumentaram 0,53%. O álcool aumentou 0,81% em setembro. O Instituto Brasileiro de geografia e Estatística (IBGE) também divulgou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de setembro, que ficou em 0,43%, ante 1,21% em agosto. O INPC refere-se a famílias, cuja renda é de um a oito salários mínimos, enquanto o IPCA - usado como referência da meta inflacionária do Banco Central - abrange famílias com de um a 40 mínimos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.