IPCA de outubro teve queda de 0,09 no índice

O IPCA de outubro ficou em 0,14%, com um recuo de 0,09 ponto percentual em relação à taxa de setembro, que foi de 0,23%. Essa queda é atribuída pelo IBGE, que calcula o índice, à queda dos alimentos e dos combustíveis. O leite pasteurizado, por exemplo, ficou 4,86% mais barato que em setembro. O álcool e a gasolina tiveram redução de, respectivamente, 1,55% e 0,07%. Com o resultado de outubro, a inflação acumulada no ano pelo IPC-A ficou em 5,02%. O IPC-A é calculado com base no consumo típico das famílias com renda entre um e 40 salários mínimos e abrange nove regiões metropolitanas do País mais o município de Goiânia e Brasília. O INPC, que se refere ao consumo das famílias com renda entre um e oito salários mínimos ficou em 0,16%, acumulando no ano 4,39% de alta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.