Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

IPCA mostra repasse de aumentos do atacado para varejo

A gerente do Sistema de Índices de Preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos, disse que os números do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de março mostram que, desde janeiro, houve repasse dos aumentos ocorridos no atacado para o varejo, mas os reajustes foram concentrados e, portanto, "apesar desse repasse, não há sinal de descontrole da inflação, porque não há evidência de aumentos generalizados".Os repasses do atacado para o varejo ocorreram em itens como automóveis novos (2,33%), automóveis usados (1,39%), eletrodomésticos (1,76%), óleo de soja (7,6%) e ovos (6,86%). Eulina sublinhou que esses reajustes ocorreram por causa de pressões de custos - como o aço no caso dos automóveis e eletrodomésticos - ou aumento de preços de commodities, no que diz respeito à soja.O aumento dos ovos foi resultado de uma tendência sazonal histórica, já que o produto sofre elevação de preços no início do ano, e também de repasse de custos do reajuste do milho do final do ano passado. "Os aumentos são pontuais, não há sinal de descontrole e sim alguns repasses de custos", disse Eulina.

Agencia Estado,

07 de abril de 2004 | 11h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.