Ipea dá "ótima notícia"

O famoso indicador dívida externa líquida versus volume de exportações - aquele que o falecido ministro Mário Simonsen sempre dizia que acima de 2% é perigoso -, não ameaça mais o Brasil este ano, pois deve cair para uma faixa entre 1,6%, 1,7%. A "ótima notícia", segundo a expressão que usou, foi dada pelo economista Fábio Giambiagi, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no programa Conta Corrente, da Globo News. De acordo com ele, isso não acontecia desde os anos 70 - época do chamado ´milagre brasileiro´. Os cálculos preliminares do Ipea apontam também para um recorde no volume de exportações este ano, que deverá ficar entre 94 e 96 bilhões de dólares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.