Ipea: grau de investimento mostra não haver crise à vista

O diretor de estudos macroeconômicos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea),, João Sicsu, disse que o grau de investimento obtido hoje pelo País "é um reconhecimento de que a economia brasileira vai bem e não há crise à vista" e, por isso, "temos que seguir sem mudar de rota", ou seja, sem elevar mais os juros. O Ipea é uma fundação pública federal vinculada ao Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.Para Sicsu, o grau de investimento "é uma sinalização no sentido oposto do que mostra a alta dos juros" e mostra que "não há indicação de que as coisas vão piorar no Brasil". Segundo Sicsu, o crescimento econômico do Brasil, com aumento duas vezes maior dos investimentos do que do próprio Produto Interno Bruto (PIB), "é sólido" e o grau de investimento confirma isso. "O investimento cresce mais do que o PIB e isso é um indicador de que a economia pode crescer mais", afirmou, acrescentando que "a possibilidade de inflação de demanda diminui com esse aumento de investimento".O lado negativo imediato do grau de investimento, segundo Sicsu, é uma valorização adicional do real. "O câmbio valorizado é um problema para a economia brasileira, levando a resultados negativos em transações correntes", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.