Ipea prevê crescimento menor este ano e em 2006

A economia do Brasil vai crescer menos este ano e em 2006, segundo as nova projeções do Instituto de Pesquisa Aplicada (Ipea), vinculado ao Ministério do Planejamento. Segundo o Boletim de Conjuntura divulgado nesta terça-feira, a forte queda de 1,2% do PIB no terceiro trimestre "levou à revisão do crescimento do PIB previsto para o ano de 2005, que passou de 3,5% para 2,3% neste. O de 2006 também foi revisto de 4,0% para 3,4%".De acordo com o estudo, a desaceleração do ritmo de crescimento já era percebida "em outros indicadores de nível de atividade, como os de produção, vendas e pessoal ocupado da indústria, além do sentimento de empresários e consumidores". Os técnicos do instituto dizem que "ainda é possível esperar um impulso no quarto trimestre, embora talvez não a tempo de reaproximar o crescimento do ano das expectativas formadas após o segundo trimestre", que apontavam um crescimento acima de 3,5% para este ano.O boletim do Ipea culpa os juros pela retração da atividade econômica. "Os juros vão continuar em queda, embora com queda dos juros vai cumprir seu papel com a devida defasagem, que pode ser parte da explicação para a perda de dinamismo no terceiro trimestre", diz.Para o Ipea, um afrouxamento na política fiscal poderá impedir uma queda maior nos juros. "A política fiscal, que talvez tenha um viés mais expansionista nos últimosmeses do ano e também ao longo de 2006 - entretanto, o aumento de gastos, mesmo quevenha a ser expansionista no curto prazo, tenderia a prolongar as taxas de juros elevadas,prejudicando o investimento e o crescimento sustentado", diz o boletim. PROJEÇÕES DO IPEAIndicadoresPrevisões anteriores para 2005Novas previsões para 2005Estimativas para 2006PIB3,5%2,3%3,4%Consumo privado3,4%2,8%4,6%Consumo do governo1,8%1,6%1,8%Investimentos5,3%0,9%7,0%Exportações de bens e serviços11%11,9%4,1%Importações de bens e serviços13,3%11%16,5%Indústria em geral5,1%3,1%4,1%Inflação (IPCA)5,3%5,7%4,8%Saldo balança comercialUS$ 39,1 bilhõesUS$ 44,4 bilhõesUS$ 35,8 bilhõesCâmbio no último trimestreR$ 2,53R$ 2,24R$ 2,53Selic no último trimestre18,5%18,7%14,7%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.