coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Ipea prevê retomada do crescimento no segundo trimestre

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) prevê que a atividade econômica do Brasil retome o crescimento a partir do segundo trimestre de 2002, de acordo com o Boletim de Conjuntura, divulgado hoje. Pelos cálculos do Ipea, o PIB deve fechar trimestre em alta de 2% em relação ao mesmo período do ano passado. No terceiro trimestre, o instituto prevê a evolução de 3% para o PIB e de 4,5% nos últimos três meses do ano.O Ipea também projeta que a taxa básica de juros, a Selic, encerrará o ano em torno de 17,5% ao ano. A previsão anterior, feita em fevereiro, era de 17%. Com isso, os juros reais atingirão 12% na média de 2002, com elevação de quase três pontos porcentuais em relação aos 9,1% observados na média de 2001. A previsão do Ipea é de que a inflação medida pelo IPCA chegará no fim deste ano em 5,2%, ou seja, abaixo dos 7,7% registrados em 2001. Para 2003, o Ipea está mais otimista e projeta que a inflação pelo IPCA cairá para 3,8%, e a Selic para 14,5%, com juros reais de 10,4%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.