Ipea reduz previsão de crescimento para este ano

O economista do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Armando Castelar, disse hoje acreditar que o crescimento do PIB deste ano será mais perto de 3% do que de 3,5% como ele vinha imaginando anteriormente. Segundo ele, a mudança de avaliação do economista levou em conta o resultado do PIB no primeiro trimestre e o fato de que a política monetária vem se prolongando por mais tempo do que o esperado inicialmente.Castelar deixou claro, contudo, que essa é uma avaliação pessoal e não do instituto. O Ipea tem um Grupo de Acompanhamento Conjuntural (GAC) que faz as análises e projeções de indicadores. Fábio Giambiagi, que integra o grupo e esteve no mesmo evento que Castelar, na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), disse que iria se manifestar sobre o assunto apenas na próxima divulgação do boletim conjuntural do Ipea, que vai ser divulgado na próxima quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.