Ipea vai rever para cima previsão de crescimento do PIB

O Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), vinculado ao Ministério do Planejamento, deverá rever para cima a previsão de crescimento da economia este ano. No último boletim da instituição, divulgado em junho, a PIB estimado era de 3,5%. Segundo o coordenador de conjuntura do Ipea, Fábio Gianbiagi, a revisão ocorrerá em função do bom desempenho da produção industrial.A nova estimativa de crescimento do PIB em 2004 deve ser publicada no próximo boletim em setembro. Na nota conjuntural do Ipea, divulgada hoje, o instituto estima que no primeiro semestre do ano, a produção industrial cresceu 8,2% em relação ao mesmo período de 2003. A projeção é feita a partir do desempenho de três setores específicos: aço, papel e papelão e veículos. "À luz dos números que está sendo divulgados, temos quase certeza de que revisaremos a projeção de crescimento do PIB este ano para cima", afirmou. Segundo ele, "a intensidade do crescimento está associa da principalmente ao bom desempenho do setor exportador". O economista disse que a taxa de investimento da economia também vem crescendo de forma acelerada. Ele pondera, no entanto, que o crescimento da indústria de bens de capital, principal termômetro para definir o investimento no País, deve ser analisado com cautela. Isso porque, de acordo com ele, a produção de bens de capital embute também uma parcela que é destinada à exportação.Em função disso, ele explica que a taxa de investimento deve descolar dos números indicativos do setor de bens de capital. "O aumento do investimento vai ser forte mas inferior aos 22,5% de crescimento verificado na produção de bens de capital", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.