Ipem: 20% dos produtos automotivos têm problemas

O Instituto de Pesos e Medidas de São Paulo (Ipem-SP) fez hoje uma operação para verificar se há problemas com os produtos automotivos vendidos no Estado. Dos 59 produtos analisados, 10 apresentaram quantidade abaixo da especificada na embalagem.Na Capital, dos 28 produtos verificados, 5 apresentaram irregularidades. Entre eles:- água Water X (100 ml), com 4,50 ml a menos na média;- cera Supercolor (200ml), com 5,70 ml a menos na média;- polidor 3M (200 ml), com 3,20 ml a menos na média.No interior, dos 31 produtos analisados, 5 apresentaram problemas. Os maiores erros foram encontrados em:- lubrificante para motor SAE-40 (1 litro), com 21,9 ml a menos na média;- água deionizada Power (1 litro), com 54,2 ml a menos na média;- óleo SAE GTOIL (1 litro), com 19,4 ml a menos na média.Os responsáveis pelas irregularidades terão prazo de 15 dias para apresentar defesa ao Ipem e poderão ser punidos com multa de até R$ 2,4 mil, valor que pode ser dobrado na reincidência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.