Ipem reprova 45 produtos da cesta básica em SP

O Instituto de Pesos e Medidas de São Paulo (Ipem-SP) - órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania Estadual - reprovou mais da metade dos 83 produtos da cesta básica do Estado de São Paulo examinados em seus laboratórios de análise na Capital e no Interior paulista. O Ipem-SP encontrou 45 produtos que apresentaram quantidade abaixo da especificada em sua embalagem. Os fabricantes podem ser multados em até R$ 2,4 mil.Na Capital, os técnicos do Ipem-SP registraram irregularidades nos pesos e medidas de 11 produtos, entre 30 pesquisados. Os principais erros foram detectados no biscoito leite Bauducco, de 200 gramas, com 10 gramas a menos, em média, e 12 unidades com erro de até 15 gramas a menos. Embalagens do sal refinado extra Cisne, de 1quilo, estavam com 11,90 gramas a menos em média e as embalagens do café em pó Blend Brazil, de 250gramas, apresentaram, em média, 2 gramas a menos.O maior número de irregularidades foi registrado no Interior paulista. Dos 53 produtos analisados pelo Ipem-SP, 34 apresentaram peso inferior ao indicado na embalagem. Os maiores erros foram encontrados no sal refinado Cisne, de 1 quilo, de São José do Rio Preto, que apresentou 51,60 gramas a menos em média, e 17 embalagens com erro de até 78,60 gramas a menos; o biscoito com leite Tostines, de 200 gramas, de Ribeirão Preto, com 7,3 gramas a menos em média; queijo parmesão ralado Brulat, de 50 gramas, de Presidente Prudente, com 3,20 gramas a menos na média; e o biscoito salgado multicereais Bauducco, de 170 gramas, de Bauru, com 4,30 gramas a menos em média.Fabricantes têm 15 dias para apresentar defesaO Ipem-SP realiza a coleta e pesagem preliminar de cerca de 90 produtos por dia em supermercados do Estado de São Paulo. Os produtos que apresentam algum problema de peso e medida são levados para o laboratório de análise do órgão. Os fabricantes dos produtos que demonstraram irregularidades receberão um auto de infração e terão o prazo de 15 dias para apresentar defesa ao Ipem-SP. Após este prazo, eles poderão ser punidos com multa de até R$ 2,4 mil. Em caso de reincidência, o valor da multa dobra. O Ipem-SP atende denúncias e reclamações dos consumidores pelo telefone de sua ouvidoria: 0800-130522, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Agencia Estado,

17 de setembro de 2001 | 19h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.