Estadão
Estadão

IPO da Hermes Pardini movimenta R$ 877,68 milhões

A oferta inicial de ações da companhias de diagnósticos mineira marcou a segunda abertura de capital na Bolsa brasileira neste ano

Fernanda Guimarães, Broadcast

10 de fevereiro de 2017 | 19h51

SÃO PAULO - A companhia de diagnósticos mineira Hermes Pardini confirmou nesta sexta-feira, 10, que sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) movimentou R$ 877,668 milhões, marcando a segunda abertura de capital neste ano na Bolsa brasileira. A ação ficou em R$ 19, como já havia antecipado ontem a Coluna do Broad, um pouco acima do piso proposto.

A demanda teria superado a oferta em mais de três vezes, segundo fontes, e os investidores locais dominaram as ordens, com cerca de 80% do total. A estratégia dos bancos não foi forçar o preço da cima e evitar que as ações passassem por um forte processo de recuo logo após o IPO, como ocorreu no ano passado com a Alliar, de diagnósticos de imagem, que acumula queda de 8,6% desde que abriu seu capital, em outubro de 2016, no único IPO daquele ano. O valor total da operação indica que saíram também os lotes adicional e do suplementar.

Do total movimentado na oferta da Hermes Pardini, R$ 187,272 milhões correspondem à oferta primária, ou seja, irá para o caixa da empresa. Estes recursos, de acordo com informações que constam no prospecto preliminar na oferta, serão utilizados para financiar a expansão do negócio, "que pode ocorrer tanto por meio de aquisições de empresas do setor de medicina diagnóstica, quanto da abertura de novas unidades", conforme o documento.

A oferta secundária movimentou R$ 690,396 milhões, que irão para os acionistas vendedores.

A oferta da Hermes Pardini animou os investidores ao contrário de Unidas, empresa do segmento de locação de veículos que viu nesta semana sua concorrente Movida estrear na Bolsa brasileira, e cancelou sua oferta, segundo fontes.

Entre os acionistas vendedores no IPO estão os sócios da família fundadora da empresa Victor Cavalcanti Pardini, Regina Pardini e Áurea Pardini, que possuem até a realização do IPO cerca de 70% do capital da empresa. O restante está nas mãos do fundo de private equity Gávea, de Armínio Fraga, que está na companhia desde 2011. O IPO, aliás, pode acontecer após o fim de uma briga societária, após um acordo entre os irmãos Victor, Regina e Áurea, a última resistente a todos os processos de venda da empresa até aqui.

Hermes Pardini atua, principalmente, com laboratórios de referência, no jargão os Lab-to-Lab. Estes serviços foram responsáveis por 59,3% da receita líquida da companhia no acumulado de janeiro a setembro do ano passado. No mesmo período a receita líquida de prestação de serviços atingiu R$ 675,1 milhões, ante R$ 579,2 milhões em igual intervalo em 2015.

As ações da Hermes Pardini serão listadas no Novo Mercado, que é o segmento de mais elevadas práticas de governança corporativa da BM&FBovespa, e estrearão no pregão na próxima terça-feira, diz 14. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.