Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

IR 2020: Receita paga nesta sexta restituições de contribuintes que caíram na malha fina

Estão no lote os contribuintes que entregaram uma declaração retificadora, corrigindo as pendências encontradas, até o dia 4 de outubro

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2020 | 11h58

A Receita Federal começou a pagar nesta sexta-feira, 30, o lote residual das restituições de contribuintes que caíram na malha fina. Entraram no lote os contribuintes que entregaram uma declaração retificadora, corrigindo as pendências encontradas, até o dia 4 de outubro. 

O crédito bancário será destinado a 273,5 mil pessoas, totalizando R$ 560 milhões. Desse valor, R$ 211.773.065,86 são destinados aos contribuintes com prioridade legal: 5.110 idosos acima de 80 anos, 38.301 entre 60 e 79 anos, 4.636 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 21.244 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Foram contemplados ainda 204.254 contribuintes não prioritários. 

Caso a restituição tenha sido liberada, mas o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco. O contribuinte também poderá fazer o agendamento no site do BB.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio do Portal e-CAC, no serviço Meu Imposto de Renda, na opção Solicitar Restituição não Resgatada na Rede Bancária. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.