IR: 700 mil ainda receberão restituição

A Receita Federal estima em 700 mil o número de contribuintes que ainda têm direito à restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2000. Segundo o coordenador do Programa de Imposto Renda da Receita Federal, Luiz Carlos de Oliveira, deste total, 567 mil contribuintes estão na malha fina. No entanto, eles ainda poderão receber sua restituição nos próximos lotes regulares previstos para os dias 16 de novembro e 15 de dezembro ou ainda nos lotes residuais depois de resolvidas as pendências com o Fisco. Das 12,3 milhões de declarações recebidas neste ano, 7,7 milhões já foram processadas. O coordenador-geral do Sistema de Arrecadação e Cobrança da Receita Federal, Michiaki Hashimura, informa que o órgão não vai mais liberar nenhum lote extra. Serão liberados apenas os lotes já programados. Segundo Hashimura, o volume de declarações com imposto a restituir que ainda não foi liberado é pequeno.Hashimura explicou que a Receita resolveu liberar um lote extra ontem para acelerar o processo de liberação das restituições, mas ressaltou que não há atraso no processamento das declarações. A Receita Federal já intimou as empresas cujos funcionários estão na malha filha por problemas de discrepância entre os números declarados pelo empregador e o trabalhador. Essas empresas terão 30 dias para responder à intimação e resolver a pendência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.