IR: votação para correção da tabela é retardada

Os líderes do partidos da base governista na Câmara decidiram há pouco retirar da pauta da sessão de hoje do plenário o requerimento de urgência para a votação do projeto de lei do Senado que reajusta a tabela de descontos do Imposto de Renda. Eles foram convencidos pelo líder do governo, Arnaldo Madeira, de que, além de causar transtornos para os contribuintes que já entregaram a declaração de ajuste, haveria perdas significativas de receita não só para a União mas também para os Estados e municípios. Segundo Madeira, caso o Congresso queira modificar a tabela para a declaração de rendimentos do próximo ano, o momento mais adequado para a discussão seria durante a apreciação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2002.

Agencia Estado,

03 de abril de 2001 | 13h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.