Irã faz grandes compras de trigo nos mercados globais

A agência estatal de grãos iraniana GTC comprou discretamente na semana passada cerca de 400 mil toneladas de trigo para moagem, em grande parte da União Europeia, do Mar Báltico e regiões do Mar Negro, disseram traders europeus nesta terça-feira.

Reuters

21 de agosto de 2012 | 14h48

Alguns traders acreditam que até 500 mil toneladas podem estar envolvidas.

As importações iranianas de trigo são normalmente feitas pelo setor privado, mas o estado teve que intervir e ajudar nas compras no início deste ano, devido à interrupção do financiamento ao comércio causada pelas sanções do Ocidente, que visam afetar o programa nuclear do Irã.

O país exportava trigo no passado, mas as sanções comerciais foram impostas após uma má colheita, forçando o país a entrar nos mercados globais de maneira discreta e fazer compras substanciais do cereal para ajudar a alimentar sua vasta população.

A iraniana Government Trading Corporation (GTC) continua com seu discreto método de contatar traders diretamente para as ofertas, ao invés de abrir licitações de compra, dificultando o acesso à informações detalhadas.

As sanções não têm como alvo os embarques de alimentos, mas dificultam aos importadores a obtenção de letras de crédito ou a conduzirem transferências internacionais através dos bancos.

O trigo foi em grande parte para embarque em setembro. Acredita-se que as origens da União Europeia incluem a Alemanha.

(Reportagem de Sarah McFarlane e Michael Hogan)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSTRIGOIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.