Isenção de imposto para a bolsa está decidida, diz Palocci

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse na noite desta terça-feira que a redução da carga tributária sobre investimentos em renda variável, em especial na compra de ações, já está decidida e será anunciada oficialmente na próxima semana. "Já há uma decisão que tomamos com o presidente Lula de modificar a tributação sobre renda variável, em aplicações em ações, para favorecer os financiamentos diretos das empresas por meio da bolsa", disse após participar de um seminário em Ribeirão Preto, cidade do interior paulista onde ele foi prefeito.Na opinião dele, as mudanças trarão "um ganho no alongamento da dívida do Brasil e no financiamento das empresas." Palocci informou que o governo também vai alterar o imposto de renda sobre aplicações de longo prazo, como forma de estimular a poupança e baratear os financiamentos.O ministro não revelou qual será o valor das reduções porque ainda não estão definidos. "Não se trata de segredo", disse. "Estamos preparando uma série de modelos para apresentar para o presidente na volta da viagem da África, entre sexta-feira e segunda-feira, para que possamos tomar a decisão", disse.O ministro da Fazenda afirmou que a indústria ainda tem espaço de capacidade instalada para ser ocupado e que os setores que estão chegando ao limite de atividade estão investindo para ampliá-la. Palocci citou as áreas de papel e celulose e siderurgia. "São setores que não estão parados, esperando a capacidade chegar ao limite, e têm fábricas para serem inauguradas nos próximos meses. Portanto, não estão atrasados", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.