Isento: Receita recebeu 14,8 milhões de declarações

A Receita Federal já recebeu 14,8 milhões de declarações de isentos, de acordo com balanço divulgado pelo Fisco hoje. O volume entregue até agora é 34% maior do que foi registrado entre 1º de agosto e 20 de setembro do ano passado. "O ritmo está bom", disse o supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda, Joaquim Adir. O prazo de entrega do documento termina no dia 29 de novembro. A expectativa da Receita é de que este ano serão enviadas 45 milhões de declarações de isentos. Essa declaração é exigida de todos aqueles que receberam no ano passado um salário anual igual ou inferior a R$ 10,8 mil. Aqueles que deixarem de entregar o documento à Receita por um ano terão seu documento do Cadastro de Pessoa Física (CPF) suspenso. A não-entrega por dois anos da declaração leva a Receita a cancelar a inscrição do trabalhador no CPF. O crescimento verificado até agora na entrega de declarações revela, segundo Joaquim Adir, que os contribuintes resolveram este ano antecipar a entrega do documento ao Fisco. "O ritmo está bom, porém o contribuinte não deve deixar para fazer a declaração na última hora, correndo o risco de enfrentar problemas de congestionamentos na Internet ou filas nas lotéricas ou nos Correios", alerta o supervisor.Das 14,8 milhões de declarações entregues até agora à Receita, 8,569 milhões foram feitas pelas casas lotéricas e 5,498 milhões pela Internet. Outras 477 mil declarações foram feitas pelos Correios e outras 334 mil pelo Banco do Brasil ou pelo telefone (0300-789-0300).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.