Israel importará carne brasileira e uruguaia

O governo israelense anunciou que, assim que a Argentina suspender as exportações de carne, o país recorrerá aos mercados do Brasil e do Uruguai para atenuar a escassez do produto. "Nós não recebemos ainda nenhuma notificação, mas estamos preparados para qualquer contingência, como fizemos no passado", afirmou um porta-voz do Ministério israelense da Agricultura.SurtosMedida parecida foi tomada em 2001, quando a Argentina teve outros surtos de febre aftosa. Neste período, os dois países de tornaram os abastecedores quase exclusivos do mercado israelense.O mercado foi reaberto à Argentina em janeiro de 2002. Desde então, Israel é o maior importador de carne fresca argentina, que representa 40% do produto consumido no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.