Itaipu diz a Lula que Brasil não terá apagão como o dos EUA

O presidente da Itaipu Binacional, Jorge Samech, disse na noite desta sexta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva demonstrou preocupação hoje com o eventual risco de um apagão no Brasil semelhante ao registrado nos Estados Unidos e do Canadá. Samech disse ter respondido a Lula que no Brasil o risco de um apagão não existe mais.Segundo o relato de Samech, o presidente teria comentado surpresa com a repetição de um episódio ocorrido há três na Califórnia e que já aconteceu muitas vezes no Brasil. "Meu Deus, como as coisas se repetem na História. Jamais pensei que, nos Estados Unidos ? um país que sempre disse se antecipar aos problemas ?, pudesse acontecer um apagão como esse", disse Lula, segundo Samech.O presidente da Itaipu afirmou que o risco de um apagão no Brasil foi afastado principalmente pelo fato de a população ter continuado a economizar energia em 2002 e 2003 mesmo após o racionamento de 2001. Ele afirmou que o gasto de hoje com energia no Brasil é 20% menor do que no início de 2001. Isso, segundo ele, se deve ao fato de que, além da economia de energia pelos consumidores, vários investimentos já foram realizados e outros estão em andamento ? o que ajuda a afastar o risco de um apagão.Samech disse que as duas últimas turbinas da usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu, permitirão a geração de mais 1.400 MW. A capacidade de geração da usina de Tucuruí foi elevada em 2.000 MW, segundo ele. Samech disse que cerca de 30 hidrelétricas estão hoje em construção, além da ampliação da gasoduto Bolívia-Brasil. Ele disse ainda que a retomada do Proálcool deverá contribuir para a auto-suficiência do País em energia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.