Itamaraty diz que já espera apelação dos EUA na OMC

O governo brasileiro já esperava que os Estados Unidos apelassem da decisão da Organização Mundial do Comércio (OMC) que condenou o pagamento de subsídios à produção e à exportação de algodão, em processo movido pelo Brasil. De acordo com um diplomata, tudo ocorreu conforme o previsto, sem surpresas. Ele explicou que os americanos apenas formalizaram, hoje, sua intenção de recorrer.A apelação propriamente dita, contendo toda a argumentação dos EUA contrária à decisão da OMC, será apresentada em até dez dias. A partir daí, o Brasil terá 15 dias para apresentar sua contestação, segundo os prazos formais da OMC. Os diplomatas aguardam para amanhã alguma sinalização do Órgão de Apelação quanto a esses prazos.Os advogados que representam os interesses do Brasil já estão se preparando. O contencioso do algodão é considerado histórico, pois foi a primeira vez que a OMC decidiu sobre subsídios à agricultura. Os EUA foram condenados na maior parte das queixas, mas o Brasil ainda não está totalmente satisfeito com as decisões a respeito de alguns programas de crédito à exportação.Outra importante vitória do Brasil na batalha contra os subsídios pagos pelos países ricos à agricultura foi a condenação, pela OMC, dos programas de ajuda à produção e exportação de açúcar pela União Européia. A decisão foi favorável ao Brasil, mas os europeus já anunciaram que vão recorrer. Isso deverá ocorrer em novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.