Itaú Paraguay recebe US$ 40 milhões do IFC e de fundo da Opep

Recursos serão usados para conceder crédito ao setor agrícola e a pequenas e médias empresas do país vizinho, segundo comunicado do IFC, braço financeiro do Banco Mundial

Agência Estado,

20 de junho de 2011 | 12h32

O International Finance Corporation (IFC, braço financeiro do Banco Mundial) e o Fundo da Opep para o Desenvolvimento Internacional (OFID, na sigla em inglês) liberaram US$ 40 milhões para o Banco Itaú Paraguay. Os recursos serão usados para conceder crédito ao setor agrícola e a pequenas e médias empresas do país vizinho, segundo comunicado do IFC.

O IFC está liberando até US$ 20 milhões para o banco em recursos próprios, com prazo de quatro anos. Esta operação é o quarto investimento do IFC em um banco do Paraguai. Esses recursos serão destinados ao crédito para empresas de menor porte dos mais diversos setores que operam no Paraguai, segundo o comunicado.

O OFID liberou mais US$ 20 milhões, dinheiro que será destinado pelo Itaú para financiar o setor agrícola paraguaio. É a primeira operação do tipo do OFID no país.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco MundialIFCItaú Paraguay

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.