Itaú reduz taxas de juros após queda do compulsório

O Banco Itaú anunciou nesta manhã redução nas taxas de cheque especial pessoa física, crédito pessoal (Crediário Itaú), cheque especial pessoa jurídica (LIS PJ) e desconto de duplicatas no varejo. Essa nova queda é o primeiro movimento em relação à redução do compulsório sobre depósitos à vista, de 60% para 45%, anunciada nesta manhã pelo Banco Central (BC). As novas taxas já estarão em vigor na segunda-feira, dia 11. Em comunicado, o presidente do Banco Itaú, Roberto Setubal, diz que a instituição continuará atenta a novas reduções de taxas sempre que houver diminuição da Selic pelo Copom e do compulsório pelo BC. "Com essas quedas dos juros, esperamos aumentar a oferta de crédito, contribuindo para o reaquecimento da atividade econômica no País", diz Setubal. Veja abaixo os novos juros do Itaú: Cheque especial PF - Máxima: de 9,35% para 8,90% ao mês; Mínima: de 3,35% para 3,20% ao mês;Crédito Pessoal (Crediário)- Máxima: de 6,45% para 6,25% ao mês; Mínima: de 4,20% para 3,95% ao mês;Cheque especial PJ (LIS PJ)- de 8,30% para 7,90% ao mês (varejo);Desconto de duplicatas - Máxima: de 4,30% para 3,95% ao mês; Mínima: de 3,30% para 2,95% ao mês (varejo)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.