Itaú transfere fatia no banco BPI a espanhóis

O Itaú Unibanco informou ontem, por meio de sua controlada IPI - Itaúsa Portugal Investimentos, que celebrou contrato para a transferência da totalidade da participação de 18,87% no capital social do Banco BPI (Banco Português de Investimento) à espanhola Caixabank, integrante do grupo catalão La Caixa. O valor do negócio é de cerca de € 93 milhões.

O Estado de S.Paulo

21 de abril de 2012 | 03h05

De acordo com o Itaú, a transação resultará em impacto de aproximadamente R$ 100 milhões positivos no patrimônio líquido consolidado e um efeito negativo, não recorrente, de cerca de R$ 200 milhões no lucro líquido contábil. Esses efeitos serão registrados no segundo trimestre de 2012.

"A venda ao Grupo La Caixa, atualmente o maior acionista do BPI e instituição com forte presença na Península Ibérica, nos permite ter confiança de que essa operação é a melhor alternativa para a continuidade dos negócios do BPI", diz o comunicado do Itaú. "Ao longo de 20 anos de associação, o Itaú Unibanco tem desfrutado de excelente relacionamento com a administração do Grupo La Caixa", acrescenta o banco, na nota.

O banco diz ainda que "a associação entre o Itaú Unibanco e o BPI foi especialmente relevante para o conglomerado Itaú Unibanco construir, a partir de Portugal, a base necessária ao lançamento da operação europeia dedicada ao segmento de Corporate & Investment Banking (segmento Itaú BBA), com foco no apoio à atividade cross-border de empresas europeias e latino-americanas, que hoje está consolidada e conta com representantes em Lisboa, Londres, Madri, Frankfurt e Paris".

O Itaú ressalta ainda que a venda está condicionada à prévia autorização do Banco de Portugal. / AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.