Itaú Unibanco prevê expansão do crédito em 2012

O Itaú Unibanco mantém as projeções de crescimento do crédito para 2012 em 14% a 17%, mesmo após reduzir juros em algumas linhas de crédito para pessoa física e pequenas empresas, segundo o diretor Corporativo de Controladoria do Itaú Unibanco, Rogério Calderón, que participa de teleconferência com a imprensa para comentar os resultado do banco no primeiro trimestre.

SILVIA ARAUJO E ALTAMIRO SILVA JÚNIOR, Agencia Estado

24 de abril de 2012 | 13h55

Sobre a competição de fundos com poupança em meio a queda da Selic, Calderón destaca que ainda não se verificou migração de fundos para a caderneta no banco. "Mas é possível que se veja (essa migração)", disse ele. Com a queda dos juros, a rentabilidade da poupança passou a ficar atrativa na comparação com alguns fundos de varejo.

Tudo o que sabemos sobre:
Itaú Unibancobalançojuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.