Itaucard: faturamento semestral de cartões sobe 22%

O faturamento dos cartões de crédito no Brasil chegou a R$ 101,6 bilhões no primeiro semestre do ano, um crescimento de 22,6% em relação ao mesmo período do ano passado. O valor supera as vendas com cartão realizadas em todo o ano de 2004 (R$ 101 bilhões), segundo levantamento realizado pela Itaucard. Até dezembro, a projeção é que a movimentação chegue a R$ 223 bilhões, o que mostra uma expansão de 21,4%.Neste mês, o faturamento deverá chegar a R$ 17,6 bilhões, um incremento de 19,4% em relação ao mesmo mês de 2007. Quase um terço desse total (26,7%) refere-se a compras realizadas entre os dias 6 e 12 de junho. Já o tíquete médio de junho deverá ficar em R$ 74,7, uma redução de 2,2%. "A redução do tíquete médio era esperada, com o aumento no número de cartões emitidos, o maior uso para compras do dia-a-dia e o avanço da baixa renda neste mercado", afirmou, em nota, Fernando Chacon, diretor de Marketing de Cartões do Banco Itaú.O levantamento da Itaucard contabilizou ainda 99,7 milhões de cartões de crédito no País e a expectativa é que o total chegue a 100 milhões já no mês de julho.A maior participação da baixa renda (renda de até R$ 1.499 por mês) explica o aumento desse faturamento. Desde 2003, a expansão desse meio de pagamento nas classes C e D cresceu 142%, contra 85% das demais faixas de renda. Naquele ano, essas duas classes respondiam por 41,1% do faturamento e, agora, por 47,8%. A emissão de cartões para essas faixas de renda foi de 31 milhões no período, contra 15 milhões emitidos para as demais rendas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.