Itautec converte PN em ON

A Itautec irá converter suas ações preferenciais (PN, sem direito a voto) em ordinárias (ON, com direito a voto). Segundo o vice-presidente da empresa, Ricardo Setubal, o objetivo da operação é aumentar a facilidade de negociação dos papéis. Após a conversão, a Itautec irá promover o grupamento das ações ordinárias. Seguindo orientação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa irá aglutinar os papéis na proporção de 1.000 para 1. Isso facilitará o cálculo do dividendo a ser distribuído. O vice-presidente da Itautec também informou que a empresa pretende triplicar o limite do capital autorizado, passando de 300 milhões para 900 milhões de ações. A mudança permite que a empresa emita o número limite de papéis sem a aprovação prévia da assembléia de acionistas. Apesar da autorização e do interesse em elevar a negociabilidade dos papéis, Setubal garantiu que a companhia não tem planos de aumentar seu capital.

Agencia Estado,

20 de dezembro de 2000 | 16h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.