Janeiro registra aumento de empregados com carteira assinada

O primeiro mês do ano registrou o aumento de vagas com carteira assinada. Segundo dados divulgados pelo Ministério do Trabalho, foram criados 44.228 postos de trabalho. Este é o segundo melhor resultado para o mês de janeiro desde 1992, só superado pela geração de empregos em janeiro de 2001, quando foram criados 48.796 postos de trabalho. Os setores que mais contribuíram para o emprego formal foram os de Serviços (18.175 novas oportunidades de trabalho), a Indústria de Transformação, que respondeu pela criação de 15.020 novos postos de trabalho, e a Agricultura, que preencheu 7.090 vagas. O saldo do emprego também foi positivo da Construção Civil (1.966) e no Comércio, que ofereceu 2.297 novos empregos. Em termos geográficos, segundo análise do Ministério do Trabalho, o crescimento do emprego em janeiro foi concentrado na região Centro-Sul do País. Na região Sul, o saldo positivo foi da ordem de 20.474 postos de trabalho, com destaque para o Rio Grande do Sul, com 10.652 novos empregos. No Sudeste foram abertas 20.192 vagas, sendo 17.089 em São Paulo. No Centro-Oeste foram criados 5.774 novos postos de trabalho.Nos últimos 12 meses terminados em janeiro, o saldo líquido acumulado (novos postos menos aquelas que foram fechados) no emprego formal é de 586.511 vagas. O setor de serviços foi responsável por 315.211 vagas, o comércio por 221.105 postos de trabalho e a indústria de transformação por 94.795. No acumulado dos últimos 12 meses a construção civil perdeu 37.204 postos de trabalho, com a Agricultura também apresentou queima de 24.114 empregos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.